Adaptability and phenotypic stability of F4 progenies of Coffea arabica l.

Authors

  • Rodrigo Batista Dias UFLA
  • Gladyston Rodrigues Carvalho Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais
  • Cesar Elias Botelho Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais
  • Alex Mendonça Carvalho Universidade Federal de Lavras
  • João Paulo Felicori Carvalho Universidade Federal de Lavras
  • Diego Abreu Cardoso Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.25186/cs.v12i4.1357

Keywords:

Coffee, breeding, environment, productivity

Abstract

The search for new genotypes with broad stability and adaptability, allied to good agronomic traits has been the main focus of coffee breeding programs in Brazil. With this work, we aimed at selecting C. arabica progenies, related to phenotypic adaptability and stability, to identify the genotypes with best behavior concerning environmental changes. The trial was installed in January of 2007, in the Experimental Fields belonging to EPAMIG, in the municipalities of Machado and São Sebastião do Paraíso, both in Minas Gerais, Brazil. Analyzes of stability and adaptability were done using the methods of Annicchiarico (1992), Ecovalência (WICKE, 1965) and AMMI (ZOBEL; WRIGHT; GAUCH, 1988). The combinations between years and locations were considered as environment for these analyzes. Progeny productivity was evaluated in bags per hectare from 2009 to 2015. In the harvests of 2013, 2014 and 2015, we evaluated agronomic traits related to yield: income determination, yield and sieve analysis. The experimental design used was in randomized blocks, with four replicates and plots constituted of 10 plants. Progenies 107-47-02 Cova 1 and H 105-01-39 Cova 1 presented better behavior concerning environmental variations, allowing the use for generation advancement in the coffee breeding program.

Author Biographies

Rodrigo Batista Dias, UFLA

Doutorando em Agronomia/Fitotecnia - Grandes Culturas, Mestre em Engenharia Agrícola (2013) - Máquinas e Mecanização Agrícola, Graduação em Licenciatura para Graduados (2010), Graduação em Curso Superior de Tecnologia em Cafeicultura (2009), Técnico em Segurança do Trabalho (2009) pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais, e Técnico em Contabilidade pela Escola Municipal Prof José Januário de Magalhães - Muzambinho-MG Técnico em Informática (2005) e Técnico Agricola com Habilitação em Agroindústria (2001) pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais

Gladyston Rodrigues Carvalho, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (1994), mestrado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (1997), doutorado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (2004) e Pósdoutorado pela Texas A&M University, Texas-EUA. Atualmente é pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, professor colaborador do Departamento de Agricultura da UFLA e bolsista de produtividade do CNPq. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase ao Melhoramento genético e Manejo e Tratos Culturais.

Cesar Elias Botelho, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais

Possui graduação em AGRONOMIA pela Universidade Federal de Lavras (2001), mestrado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (2003) e doutorado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (2006). Atualmente é pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais atuando nas áreas de melhoramento e manejo do cafeeiro. É Bolsista de BIP Fapemig nível A.

Alex Mendonça Carvalho, Universidade Federal de Lavras

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras - UFLA (2007), mestrado em Agronomia/ Fitotecnia pela UFLA (2009) com dissertação intitulada ?Comportamento Inicial de Novas Cultivares de Cafeeiro em Minas Gerais, doutorado em Agronomia /Fitotecnia pela UFLA (2011) com tese intitulada ? Seleção de Cultivares de Cafeeiro Resistentes à Ferrugem em Ambientes de Minas Gerais e pós-doutorado em Agronomia/Fitotecna pela Universidade Federal de Lavras (2015). Foi Coordenador Geral do Núcleo de Estudo em Cafeicultura da UFLA de 2007 a 2008. Iniciou a carreira no magistério no Instituto Federal de Educação,Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS), Campus de Muzambinho, onde ministra aulas do curso Técnico em Cafeicultura. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em manejo de culturas perenes, atuando principalmente nos seguintes temas: produção de mudas, tratos culturais, nutrição e melhoramento vegetal. Atualmente é professor substituto da Universidade Federal de Lavras ministrando as disciplinas de Cana-de-Açúcar(graduação e pós-graduação) e Agricultura Geral (graduação). Atua como revisor nos periódicos: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Revista Ceres, Coffee Science, Revista Bragantia e Revista Ciência Rural. Também atua como assessor técnico de projetos de pesquisas de empresas privadas, consultor autônomo em cafeicultura convencional e também é credenciado pelo IMA para emissão de Certificado Fitossanitário de Origem (CFO) atuando como responsável técnico em viveiros mudas de café e espécies cítricas

João Paulo Felicori Carvalho, Universidade Federal de Lavras

Graduado em Agronomia na Universidade Federal de Lavras(2008). Mestrado em Fitotecnia, área de concentração Produção Vegetal na Universidade Federal de Lavras (2011). Doutorado em Fitotecnia área de concentração Produção Vegetal na Universidade Federal de Lavras. Tem experiência na área de Agronomia com ênfase em Fitotecnia, produção vegetal, cafeicultura, melhoramento genético, testes fitossanitários, experimentação agrícola, biodiesel e oleaginosas

Diego Abreu Cardoso, Universidade Federal de Lavras

Engenheiro Agrônomo (2012) e Mestre em Agronomia (2014) pela Universidade Federal de Lavras. Atualmente, doutorando em Agronomia/Fitotecnia, sendo o objeto de pesquisa, avaliar os efeitos fisiológicos e produtivos em cafeeiros resistentes à ferrugem submetidos à poda. Possui experiência em Agronomia, com ênfase no Melhoramento genético do cafeeiro com foco na resistência à ferrugem.

References

REFERÊNCIAS

ANNICCHIARICO, P. Cultivar adaptation and recommendation from alfafa trials in Nothern Italy. Journal of Genetics and Breeding, Rome, v. 46, n. 1, p. 269-278, Mar. 1992.

BOTELHO, C. E. et al. Seleção de progênies F4 de cafeeiro obtidas pelo cruzamento de Icatu com Catimor. Revista Ceres, Viçosa, v. 57, n. 3, p. 274-281, maio/jun. 2010.

CARGNIN, A. et al. Interação entre genótipos e ambientes e implicações em ganhos com seleção em trigo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 41, n. 6, p. 987-993, jun. 2006.

CARVALHO, A. M. et al. Avaliação de progênies decafeeiros obtidos do cruzamento entre Catuaí e Híbridode Timor. Scientia Agraria, Piracicaba, v. 9, n. 2, p. 249-253, mar. 2008.

CARVALHO, A. M. et al. Correlação entre crescimento e produtividade de cultivares de café em diferentes regiões de Minas Gerais, Brasil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 45, n. 3, p. 269-275, mar. 2010.

CORRÊA, L. V. T.; MENDES, A. N. G.; BARTHOLO, G. F. Comportamento de cafeeiro Icatu. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 30, n. 4, p. 618-622, jul./ago. 2006.

CORREIA, W. R. Adaptabilidade e estabilidade de genótipos de soja em Minas Gerais. Biosciense Journal, Uberlândia, v. 24, n. 4, p. 80-85, out./dez. 2008.

CUCOLOTTO, M. et al. Genotype x environment interaction in soybean: evaluation through three methodologies. Crop Breeding and Applied Biotechnology, Londrina, v. 7, n. 3, p. 270-277, May 2007.

DIAS, F. P. et al. Caracterização de progênies do cafeeiro (Coffeaarabica L.) selecionados em Minas Gerais: caracteres relacionados à produção. Revista Ceres, Viçosa, v. 52, n. 299, p. 85-100, set. 2005.

EBERHART, S. A.; RUSSELL, W. A. Stability parameters for comparing varieties.Crop Science, Madison, v. 6, n. 1, p. 36-40, May 1966.

FERREIRA, D. F. SISVAR: um programa para análises e ensino de estatística. Revista Symposium, Lavras, v. 6, p. 36-41, 2008.

GICHIMU, B. M.; OMONDI, C. O. Early performance of five new ly developed lines of Arabica Coffee under varying environment and spacing in Kenya. Agriculture and Biology Journal of North America, Milford, v. 1, n. 1, p. 32-39, 2010.

GOMES, L. de R. et al. Adaptabilidade e estabilidade fenotípica de genótipos de amendoim de porte ereto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n. 7, p. 985-989, jul. 2007.

LAVIOLA, B. G. et al. Influência da adubação na formação de grãos mocas e no tamanho dos grãos de café (Coffeaarabica L.). Coffee Science, Lavras, v. 1, n. 1, p. 36-42, abr./jun. 2006.

MARTINEZ, H. E. P. et al. Crescimento vegetativo de cultivares de café (CoffeaarabicaL.) e sua correlação com a produção em espaçamentos adensados. Acta ScientiarumAgronomy, Maringá, v. 29, n. 4, p. 481- 489, out. 2007.

NASCIMENTO, M. et al. Adaptabilidade e estabilidade via regressão não paramétrica em genótipos de café. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 45, n. 1, p. 41-48, Jan. 2010.

OLIVEIRA, A. B.; DUARTE, J. B.; PINHEIRO, J. Emprego da análise AMMI na avaliação da estabilidade produtiva em soja. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 38, n. 3, p. 357-364, mar. 2003.

PEDRO, F. C. et al. Comportamento agronômico de progênies F4 de cafeeiros oriundos do cruzamento entre os cultivares Mundo Novo e Catuaí. Revista Ceres, Viçosa, v. 58, n. 3, p. 315-322, maio/jun. 2011.

PEREIRA, T. B. et al. Seleção de progênies F4 de cafeeiros obtidas de cultivares do grupo Icatu. Coffee Science, Lavras, v. 8, n. 3, p. 337-346, jul./set. 2013.

POLIZEL, A. C. et al. Adaptabilidade e estabilidade fenotípica de genótipos de soja no estado do mato grosso. BioscienceJournal, Uberlândia, v. 29, n. 4, p. 910-920, jul./ago. 2013.

SILVA, F. L. da et al. Methods of adaptability and stability analysis in irrigated rice genotypes in Minas Gerais, Brazil. Crop Breeding and Applied Biotechnology, Oxford, v. 8, n. 2, p. 119-126, Mar. 2008.

VASCONCELOS, E. S. de et al. Adaptability and stability of semilate and late maturing soybean genotypes in Minas Gerais state. Acta Scientiarum, Maringá, v. 32, n. 3, p. 411-415, jul./set. 2010.

VERMA, M. M.; CHAHAL, G. S.; MURTY, B. R. Limitation of conventional regression analysis: a proposed modification. The oritical and Apllied Genetics, Berlin, v. 53, n. 2, p. 89-91, Sept. 1978.

VOSSEN, H. A. M.; VANDER, A. G. Coffee Selection and breending. In: CLINFFORD, M. N.; WILSON, K. C. Coffe: botany biochemisty and of beans and beverage. Westport: AVI, 1985. p. 48-96.

WRICKE, G. Zurberechnung der ökovalenzbeisommerweizen und hafer.ZeitschriftfürPflanzenzüchtung, Berlin, v. 52, n. 2, p. 127-138, 1965.

Published

2017-11-28

Issue

Section

Articles