Comparação entre métodos simplificados de estimativa da evapotranspiração de referência (ETo) para regiões produtoras de café brasileiras

Adjalma Campos de França Neto, Everardo Chartuni Mantovani, Marcelo Rossi Vicente, Gustavo Haddad Souza Vieira, Gilberto Chohaku Sediyama, Brauliro Gonçalves Leal

Resumo


O presente trabalho teve como objetivos estimar e comparar a evapotranspiração de referência - ETo de dois métodos simplificados, Hargreaves-Samani (HS) e Blaney-Criddle-FAO (BC), com o método Penman-Monteith-FAO (PM). Os resultados das estimativas foram obtidos em função dos dados climáticos disponíveis de cada localidade em estudo, com o auxílio do aplicativo Irriplus. As cidades de interesse para o estudo foram selecionadas de acordo com a representatividade das características da região entre os principais centros produtores brasileiros de café: Cerrado, Leste, Sul e Zona da Mata de Minas Gerais, Oeste e Sudoeste da Bahia, sendo as cidades escolhidas: Araguari, Patrocínio, Caratinga, Lavras, Varginha e Viçosa, em Minas Gerais; e Vitória da Conquista e Barreiras, na Bahia. Em todas as localidades, a equação de HS se ajustou melhor à equação de PM, sendo esta a recomendável para o manejo da irrigação em condições limitadas de disponibilidade de dados climáticos.

 


Palavras-chave


Evapotranspiração; Irriplus; Penman-Monteith-FAO; Hargreaves-Samani; Blaney-Criddle-FAO

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.25186/cs.v6i2.232

Apontamentos

  • Não há apontamentos.