Field performace of coffee progenies and cultivars with specific resistance to rust

Authors

  • Joyce Cristina Costa Universidade Federal de Lavras
  • Carlos Henrique Siqueira Carvalho Embrapa Café.
  • José Braz Matiello MAPA/Fundação Procafé.
  • Saulo Roque Almeida MAPA/Fundação Procafé.
  • Samuel Pereira Carvalho Universidade Federal de Lavras, Departamento de Agricultura.
  • Danielle Pereira Baliza Universidade Federal de Lavras, Departamento de Agricultura, Setor de Cafeicultura.

DOI:

https://doi.org/10.25186/cs.v8i2.402

Keywords:

Coffea arabica, genetic breeding, correlation

Abstract

The aim of this research was to evaluate the yield and other agronomic characteristics of coffee progenies with specific resistance to rust. An experiment was carried out at the Experimental Farm of MAPA/Fundação Procafé (MAPA/ProCoffee Foundation) in Varginha, MG, Brazil. The experiment was set up in January 2003 in a randomized complete block design with 12 progenies and two cultivars, five replicates and four plants per plot. The characteristics of average yield, maturation stage and screen analysis were asssessed. The data were subjected to analysis of variance and when there were significant effects from treatments, the means were compared by the Scott-Knott test. For the purpose of facilitating indirect selection, we sought to investigate the degree of association of the characteristics under study by means of the estimates of phenotypic correlation among the characteristics evaluated. Subsequently, genetic distances were estimated by the generalized Mahalanobis distance method to verify the variability among progenies. The results obtained allow us to verify the existence of variation among progenies and cultivars when the characteristics are evaluated separately. It is not recommended to apply indirect selection on the characteristics assessed because the average yield of coffee grains is not strongly associated with the other characteristics. The progenies Arara
planta 418 and Catucaí Amarelo 20/15 are recommended for future crosses, considering that these genetic materials are more productive than the control Catuaí Amarelo IAC 66/69 and have genetic divergence. This information may help breeding programs for specific purposes upon enabling the appropriate choice of parents.

Author Biographies

Joyce Cristina Costa, Universidade Federal de Lavras

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (2007) e mestrado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (2010). 

 

Carlos Henrique Siqueira Carvalho, Embrapa Café.

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1979), mestrado em Ciências Agrárias (Fisiologia Vegetal) pela Universidade Federal de Viçosa (1984) e doutorado em Genetics And Plant Breeding - Purdue University (1999). Atualmente é pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Embrapa. Tem experiência na área de agronomia, cultura de tecidos, transformação genética e genética e melhoramento de plantas. Atualmente trabalha na Embrapa Café com melhoramento genético e micropropagação do cafeeiro.

José Braz Matiello, MAPA/Fundação Procafé.

Possui graduação em AGRONOMIA pela Universidade Federal de Viçosa (1965) . Atualmente é Pesquisador do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Pesquisador da MAPA / FUNDAÇÃO PROCAFÉ.

Saulo Roque Almeida, MAPA/Fundação Procafé.

Possui mestrado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (1981). Atualmente é bolsista consórcio pesquisa e café - Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento e pesq. do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Samuel Pereira Carvalho, Universidade Federal de Lavras, Departamento de Agricultura.

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (1972), mestrado em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade Federal de Lavras (1989) e doutorado em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa (1994). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal de Lavras. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Melhoramento Vegetal, atuando principalmente no melhoramento do cafeeiro e da mandioca.

Danielle Pereira Baliza, Universidade Federal de Lavras, Departamento de Agricultura, Setor de Cafeicultura.

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (2007), mestrado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (2009) e doutorado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal de Lavras (2011). Atualmente é bolsista do Programa Nacional de Pós Doutorado da CAPES da Universidade Federal de Lavras. Tem experiência na área de Agronomia, atuando principalmente nos seguintes temas: cafeicultura, ecofisiologia, melhoramento e nutrição.

Published

2013-12-24

Issue

Section

Articles